Curso de Especialização em Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis
Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (IESC/UFRJ) em parceria com o Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde

voltar à página principal
Disciplina: Sistemas de Informação em Saúde e Introdução à Análise de Dados
Cargo horário: 40 hs
Créditos: 2
Professor(es): Sérgio Bassanesi (UFRGS) e Paul Douglas Fisher (UFRGS)
Ementa: Conceitos básicos de informação e sistemas informatizados em saúde. Sistemas de Informação em Saúde no Brasil. Demonstração de Sistemas. Análise de Dados. Apresentação de resultados.
Objetivo Geral: Instrumentalizar técnicos dos serviços de saúde nas diversas esferas de governo a utilizar as Bases de Dados Nacionais em Saúde com vistas ao aperfeiçoamento da Vigilância das Doenças Não-Transmissíveis.
Material on-line: Fisher PD, Indicadores em Saúde, 2007 (apresentação)

Fisher PD, Sistemas de Informação na Atenção Primária: Oportunidades e Desafios, 2007 (apresentação)

Indicadores de Saúde (Mortalidade)

OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), Indicadores básicos para Saúde no Brasil: conceitos e aplicações, RIPSA: Brasilia; 2002; ISBN 85-87943-10-3

Saúde e Cidadania: para gestores municipais de serviços de saúde

RIPSA (Rede Interagencial de Informações para a Saúde), IDB 2006 - Indicadores e dados básicos para a saúde no Brasil (Base de dados)

CONASS (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), Acompanhamento e Avaliação da Atenção Primária, CONASS: Brasilia, 2004, ISBN 85-89545-04-0

Filho MB & Shiraiwa T, Indicadores de saúde para um sistema de vigilância nutricional, Cad. Saúde Pública vol.5(1) Rio de Janeiro 1989

Bibliografia: ABRASCO (Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva). Grupo Técnico de Informação em Saúde e População. Relatório da Oficina de Trabalho Compatibilização de Bases de Dados Nacionais. Informe Epidemiológico do SUS, ano VI, n. 3, p. 25-33, 1997.

CARVALHO, DM. Grandes sistemas nacionais de informação em saúde: revisão e discussão da situação atual. Informe Epidemiológico do SUS, ano V, n. 4, p. 7-46, out./dez., 1997.

LESSA FJD, MENDES ACG, FARIAS SF et al. Novas metodologias para vigilância epidemiológica: uso do Sistema de Informações Hospitalares – SIH/SUS. Informe Epidemiológico do SUS, v. 9, supl. 1, p. 3-27, 2000.

MENDES ACG, SILVA Jr JB, MEDEIROS KR, LYRA TM, MELO FILHO DA, SÁ DA. Avaliação do Sistema de Informações Hospitalare-SIH/SUS como fonte complementar na vigilância e monitoramento de doenças de notificação compulsória. Informe Epidemiológico do SUS, v. 9, n. 2, p.67-86, 2000.

OLIVEIRA MRF. Fontes de informação complementares para a vigilância epidemiológica de doenças de notificação compulsória (Editorial). Informe Epidemiológico do SUS, v. 9, n. 2, p. 65, abr./jun. 2000.

MOTA E & CARVALHO DAT. Sistemas de Informação em Saúde. In: ROUQUAYROL MZ & ALMEIDA FILHO N. (org.). Epidemiologia & Saúde. 6a. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003.

SANCHES KRB, CAMARGO JR KR, COELI CM, CASCAO AM. Sistemas de informação em saúde. In: MEDRONHO (Org.). Epidemiologia. São Paulo: Atheneu, 2002.

SOBOLL MLMS, CARVALHO AO, EDUARDO MBP, TANAKA OY. Sistemas de Informação em Saúde, mecanismo de controle, de auditoria e de avaliação. In: WESTPHAL MF & ALMEIDA ES. Gestão de Serviços de Saúde: descentralização, municipalização do SUS. São Paulo: Editora da USP, 2001.